DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros
27 / 08 / 2018

Dom Sergio Arthur Braschi

  Bispo Diocesano

 

A voz do Pastor

Mãe da Divina Graça, abençoai Ponta Grossa e Lábrea

      Queridos diocesanos, no início deste mês estou ainda em viagem missionária àPrelazia de Lábrea, em plena floresta amazônica. Esta nossa Igreja-irmã tem um território imenso – maior do que o Estado do Paraná... – com apenas 11 sacerdotes, entre os quais o nosso estimado Pe. José Nilson Santos. O principal motivo desta minha visita é encontrar com ele, conhecer a realidade da Igreja-Irmã e conviver com o bispo - Prelado, dom Santiago Sánchez. Não se ama o que não se conhece, diz o ditado... Interessante notarmos que tanto a nossa Diocese como a Prelazia de Lábrea foram erigidas pelo mesmo papa, Pio XI, e quase na mesma época: Lábrea, um ano antes, a 1º. de maio de 1925; nossa diocese de Ponta Grossa, em 10 de maio de 1926. Ambas caminham para a celebração do centenário, dentro de poucos anos.

      Regresso na véspera do feriado de sete de setembro, quando começa a Assembléia do COMIRE em Guarapuava. Esta assembléia deverá preparar sugestões para Plano Missionário Nacional, e por isso contará com a coordenação do próprio Diretor da Pontifícias obras Missionárias, Pe. Maurício Silva Jardim.

      O mês de setembro nos traz também outras importantes datas: no dia 15, a celebração de nossa Padroeira diocesana, MARIA MÃE DA DIVINA GRAÇA, e o aniversário da Paróquia da Catedral Sant’Ana. Recordo a todos que estamos nos aproximando do bicentenário: daqui a cinco anos a Paróquia da Catedral estará completando duzentos anos! (15 de setembro de 2023).

      Temos também, no fim-de-semana 21 a 23 de setembro, a Assembléia do Povo de Deus, grande reunião anual de toda a igreja do Paraná, do nosso Regional Sul 2. Será em Curitiba, e o tema principal é a quinta urgência (“uma Igreja a serviço da Vida
Plena”), isto é, o tema da promoção humana e das Pastorais Sociais. Neste Ano Nacional do Laicato é muito importante revermos como estamos sendo “sal da terra e luz do mundo”, na transformação da sociedade: todo cristão – sobretudo os leigos e leigas – não podem se contentar de uma ação dentro da comunidade de sua Paróquia, mas devem procurar mudar as condições da sociedade em que vivem, nos grandes campos da comunicação, do mundo do trabalho e da própria atuação política.

      Neste último tópico, vivemos um mês particularmente importante pela preparação para as eleições majoritárias, que definirão o futuro próximo do nosso país, visando sair da profunda crise das estruturas democráticas em que acabamos caindo. Não há outro meio mais concreto para buscarmos um futuro esperançoso do que o voto consciente em candidatos dignos de nosso apoio e, depois, do acompanhamento da atuação dos eleitos, exercendo nossa verdadeira cidadania.

      Para isso, volto a incentivar a utilização, em trabalhos de grupos, da cartilha eleitoral, distribuída em mais de quinze mil exemplares por toda a diocese.

      Teremos também, no final de setembro, o Retiro Anual do clero diocesano, que terá como pregador o Sr. bispo auxiliar de Curitiba, Dom Amilton Manoel. Rezemos pelos nossos sacerdotes e pela Assembléia do Povo de Deus.

      Com minha afetuosa bênção, abraço a todos os diocesanos.



Navegue até a sua Paróquia



Cúria
Cúria
Imprensa
Clipping
Download