DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 04/06/2021

Corpus Christi emociona e motiva

Fé e caridade: mais de uma tonelada de comida foi doada

 
Como em 2020, o Santíssimo ganhou as ruas dos quatro cantos da cidade Como em 2020, o Santíssimo ganhou as ruas dos quatro cantos da cidade | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

    Novamente a peregrinação do Santíssimo na celebração de Corpus Christi, que tem por objetivo festejar solenemente o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo – foi realizado sem a presença dos fiéis. Nas ruas, apenas o bispo Dom Sergio Arthur Braschi, em um carro especialmente preparado, levava o ostensório com a hóstia consagrada aos quatro cantos de Ponta Grossa. “Pelo segundo ano, Jesus manifesta Sua caridade peregrinando por esse carro aberto. Quiseste estar próximo das pessoas. Uma vez que nós não podemos sair de casa, em procissão, viestes Vós, em Vossa caridade, em vosso amor, pertinho de nós”, dizia dom Sergio.

     O tema da celebração deste ano ‘Mestre onde Moras? Vinde e vede’ rezou e refletiu à luz das diretrizes gerais da Ação Evangelizadora e do plano diocesano de pastoral. “Escolhemos quatro paróquias, a frente dos quatro Setores da cidade para representar os quatro pilares. Assim começamos pelo Pilar da Palavra de Deus, fomos para a paróquia que representou o Pão Eucarístico, o Pilar da Caridade, da Solidariedade, tão importante nesse tempo de pandemia, com os que mais sofrem, os mais fragilizados, e, finalmente o Pilar Missionário da nossa Igreja. Quero manifestar minha gratidão a todos os envolvidos. Foi um momento importante. Que Jesus, no Seu Santíssimo Sacramento continue abençoando a todo o nosso povo católico que tanto ama a Eucaristia”, destacava o bispo.

     Lembrava dom Sergio que Jesus não quis nos garantir uma doutrina somente, mas permanecer no mundo concretamente até o fim dos tempos, para que pudéssemos receber bênçãos e ter a certeza de Sua presença. “Percorrendo nesse dia tantas ruas da cidade, vistes, ó Jesus, tantas pessoas nas suas casas: jovens, crianças acenando e mandando beijinho; viste nossos idosos que há tantos meses não saem de casa por receio dessa pandemia... Viste tantas pessoas passando nos carros, buzinando e acenando, esperando um olhar Vosso, ó Jesus, através do olhar do bispo, através de um aceno e de uma benção. Muitas dessas pessoas vão dizer: Jesus passou na minha rua”, contou o bispo, citando que as vias por onde esteve representaram todo o município e todas as cidades da Diocese de Ponta Grossa.

     O bispo também ressaltou que o amor por Jesus precisa se exprimir no amor aos irmãos. “Quem diz que ama a Deus e não o ama o irmão é mentiroso. Só temos um meio de provar o amor a Deus, amando os irmãos, repartindo o que temos; dando a nossa contribuição nas cinco paróquias, dos quatro Setores”, sugeria Dom Sergio, ao que foi amplamente atendido. O gesto concreto proposto para a celebração de Corpus Christi deste ano tinha arrecadado, até esta sexta-feira (4), mais de uma tonelada de alimentos. Seguem, inclusive, as doações nas paróquias. A comida será encaminhada à Cáritas Diocesana, que fará a distribuição entre as famílias carentes.

     A peregrinação em carro aberto do Santíssimo Sacramento teve transmissão em tempo real pela página oficial da Diocese de Ponta Grossa e pela Rádio Sant’Ana FM. Na internet, foram registrados 5.700 comentários, 988 compartilhamentos e duas mil curtidas verificadas entre as mais de 100 mil pessoas alcançadas.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Dom Sergio lembra vida do Papa Santo   |   Praça de Ivaí ganhará também imagem de Cristo Rei   |   Paróquia festeja centenário com dedicação da igreja   |   Liga Católica retoma atividades   |  





Publicado em: 04/06/2021

Corpus Christi emociona e motiva

Fé e caridade: mais de uma tonelada de comida foi doada

 

    Novamente a peregrinação do Santíssimo na celebração de Corpus Christi, que tem por objetivo festejar solenemente o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo – foi realizado sem a presença dos fiéis. Nas ruas, apenas o bispo Dom Sergio Arthur Braschi, em um carro especialmente preparado, levava o ostensório com a hóstia consagrada aos quatro cantos de Ponta Grossa. “Pelo segundo ano, Jesus manifesta Sua caridade peregrinando por esse carro aberto. Quiseste estar próximo das pessoas. Uma vez que nós não podemos sair de casa, em procissão, viestes Vós, em Vossa caridade, em vosso amor, pertinho de nós”, dizia dom Sergio.

     O tema da celebração deste ano ‘Mestre onde Moras? Vinde e vede’ rezou e refletiu à luz das diretrizes gerais da Ação Evangelizadora e do plano diocesano de pastoral. “Escolhemos quatro paróquias, a frente dos quatro Setores da cidade para representar os quatro pilares. Assim começamos pelo Pilar da Palavra de Deus, fomos para a paróquia que representou o Pão Eucarístico, o Pilar da Caridade, da Solidariedade, tão importante nesse tempo de pandemia, com os que mais sofrem, os mais fragilizados, e, finalmente o Pilar Missionário da nossa Igreja. Quero manifestar minha gratidão a todos os envolvidos. Foi um momento importante. Que Jesus, no Seu Santíssimo Sacramento continue abençoando a todo o nosso povo católico que tanto ama a Eucaristia”, destacava o bispo.

     Lembrava dom Sergio que Jesus não quis nos garantir uma doutrina somente, mas permanecer no mundo concretamente até o fim dos tempos, para que pudéssemos receber bênçãos e ter a certeza de Sua presença. “Percorrendo nesse dia tantas ruas da cidade, vistes, ó Jesus, tantas pessoas nas suas casas: jovens, crianças acenando e mandando beijinho; viste nossos idosos que há tantos meses não saem de casa por receio dessa pandemia... Viste tantas pessoas passando nos carros, buzinando e acenando, esperando um olhar Vosso, ó Jesus, através do olhar do bispo, através de um aceno e de uma benção. Muitas dessas pessoas vão dizer: Jesus passou na minha rua”, contou o bispo, citando que as vias por onde esteve representaram todo o município e todas as cidades da Diocese de Ponta Grossa.

     O bispo também ressaltou que o amor por Jesus precisa se exprimir no amor aos irmãos. “Quem diz que ama a Deus e não o ama o irmão é mentiroso. Só temos um meio de provar o amor a Deus, amando os irmãos, repartindo o que temos; dando a nossa contribuição nas cinco paróquias, dos quatro Setores”, sugeria Dom Sergio, ao que foi amplamente atendido. O gesto concreto proposto para a celebração de Corpus Christi deste ano tinha arrecadado, até esta sexta-feira (4), mais de uma tonelada de alimentos. Seguem, inclusive, as doações nas paróquias. A comida será encaminhada à Cáritas Diocesana, que fará a distribuição entre as famílias carentes.

     A peregrinação em carro aberto do Santíssimo Sacramento teve transmissão em tempo real pela página oficial da Diocese de Ponta Grossa e pela Rádio Sant’Ana FM. Na internet, foram registrados 5.700 comentários, 988 compartilhamentos e duas mil curtidas verificadas entre as mais de 100 mil pessoas alcançadas.


Diocede Ponta Grossa
Como em 2020, o Santíssimo ganhou as ruas dos quatro cantos da cidade   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A procissão iniciou pela Paróquia São Sebastião/Santuário de Nossa Senhora Aparecida   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Dom Sergio carregava o ostensório com a hóstia consagrada, abençoando o povo   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Nas paróquias, os cenários foram decorados de acordo com os quatro pilares da Ação Evangelizadora   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O amor do povo a Jesus Eucaristia foi representado pelo trabalho dos voluntários nas diversas paróquias   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
‘Vinde e Vede’, o tema da peregrinação deste ano refletiu sobre a Palavra, o Pão, a Caridade e a Missão   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A bênção final foi dada na igreja-mãe, a Catedral Sant’Ana, ao final da peregrinação   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia