DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 29/07/2021

Bênção dos veículos será neste domingo em Ponta Grossa

Festa de São Cristóvão é tradicional em Oficinas

 
A procissão motorizada segue o caminhão que leva o padroeiro A procissão motorizada segue o caminhão que leva o padroeiro | Crédito: Marcelo Grszesczak

Tradicionalmente realizada no primeiro domingo de agosto, a Festa de São Cristóvão, na Paróquia São Cristóvão, no bairro de Oficinas, em Ponta Grossa, completará 70 anos em 2022. Haverá missa solene, às 9 horas, seguida de procissão motorizada e bênção dos veículos, na praça em frente à matriz. A bênção prossegue até perto das 16h30. Devido a pandemia, este ano não haverá o tradicional almoço. 

     Segundo o pároco, padre Marcelo Melo, desde que foi criada a festa, o dia de São Cristóvão é festejado no primeiro final de semana de agosto e não em 25 de julho. “E como costume, como tradição, nós mantemos”, explica, citando que, este ano, novamente, em função da situação pandêmica enfrentada ainda, na hora de programar a festa, achou-se conveniente manter apenas a missa, procissão e bênção dos veículos. “A missa será às 9 horas. Terminando, tem a bênção do carro que levará a imagem do santo padroeiro, e, já na chegada, a benção dos veículos que se manterá até umas quatro, quatro e meia da tarde, mais ou menos”, detalha o padre, que está há seis anos na paróquia.

     “Ano que vem, completa 70 anos a procissão e a bênção dos veículos. Os caminhoneiros esperam com certa ansiedade que isso aconteça, todo ano, e não tem porque não ser mantida. É uma questão mística. Eles acreditam, nós acreditamos, que seja uma extensão da bênção e da graça de Deus na vida e no trabalho deles; uma memória que estamos sob as asas de Deus”, explica o pároco. Como no ano passado, não será permitida a aglomeração de pessoas. Condutores e passageiros deverão permanecer no interior dos veículos.   

     O trajeto da procissão terá saída da Praça Frei Elias, passando pelas ruas Doutor Franco Grilo, Santa Rita Durão, avenidas Visconde de Mauá, Silva Jardim, rua Jacob Holzman, Avenida Silva Jardim, ruas General Osório, Ermelino de Leão, Conselheiro Barradas, Avenida Carlos Cavalcanti, Hotel Ipê Express, Avenida Dom Geraldo Pellanda, Rua Comendador Miró, Avenida Balduíno Taques, Rua Emílio de Menezes, Avenida Visconde de Mauá, ruas Maquinista Eleodoro Jacinto, Agente Waldemar Pimentel e Mestre Alberto Scarpin. A chegada será na rua Chefe João Frare. 



  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Mensageiras têm encontro online   |   Diocese reunida para a Assembleia do Povo de Deus   |   Crianças de Quebo encerram ano letivo   |   Assembleia dos Bispos é 100% on-line   |  





Publicado em: 29/07/2021

Bênção dos veículos será neste domingo em Ponta Grossa

Festa de São Cristóvão é tradicional em Oficinas

 

Tradicionalmente realizada no primeiro domingo de agosto, a Festa de São Cristóvão, na Paróquia São Cristóvão, no bairro de Oficinas, em Ponta Grossa, completará 70 anos em 2022. Haverá missa solene, às 9 horas, seguida de procissão motorizada e bênção dos veículos, na praça em frente à matriz. A bênção prossegue até perto das 16h30. Devido a pandemia, este ano não haverá o tradicional almoço. 

     Segundo o pároco, padre Marcelo Melo, desde que foi criada a festa, o dia de São Cristóvão é festejado no primeiro final de semana de agosto e não em 25 de julho. “E como costume, como tradição, nós mantemos”, explica, citando que, este ano, novamente, em função da situação pandêmica enfrentada ainda, na hora de programar a festa, achou-se conveniente manter apenas a missa, procissão e bênção dos veículos. “A missa será às 9 horas. Terminando, tem a bênção do carro que levará a imagem do santo padroeiro, e, já na chegada, a benção dos veículos que se manterá até umas quatro, quatro e meia da tarde, mais ou menos”, detalha o padre, que está há seis anos na paróquia.

     “Ano que vem, completa 70 anos a procissão e a bênção dos veículos. Os caminhoneiros esperam com certa ansiedade que isso aconteça, todo ano, e não tem porque não ser mantida. É uma questão mística. Eles acreditam, nós acreditamos, que seja uma extensão da bênção e da graça de Deus na vida e no trabalho deles; uma memória que estamos sob as asas de Deus”, explica o pároco. Como no ano passado, não será permitida a aglomeração de pessoas. Condutores e passageiros deverão permanecer no interior dos veículos.   

     O trajeto da procissão terá saída da Praça Frei Elias, passando pelas ruas Doutor Franco Grilo, Santa Rita Durão, avenidas Visconde de Mauá, Silva Jardim, rua Jacob Holzman, Avenida Silva Jardim, ruas General Osório, Ermelino de Leão, Conselheiro Barradas, Avenida Carlos Cavalcanti, Hotel Ipê Express, Avenida Dom Geraldo Pellanda, Rua Comendador Miró, Avenida Balduíno Taques, Rua Emílio de Menezes, Avenida Visconde de Mauá, ruas Maquinista Eleodoro Jacinto, Agente Waldemar Pimentel e Mestre Alberto Scarpin. A chegada será na rua Chefe João Frare. 



Diocede Ponta Grossa
A procissão motorizada segue o caminhão que leva o padroeiro   |   Marcelo Grszesczak

Diocede Ponta Grossa
Padre Marcelo reza pelos motoristas todos os anos   |   Paróquia São Cristóvão

Diocede Ponta Grossa
Os motoristas, empresários e transportadores aguardam ansiosos a bênção do santo   |   Paróquia São Cristóvão


Navegue até a sua Paróquia