DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 17/09/2021

Doações a seminários já são entregues

Paróquias arrecadaram itens de limpeza e uso pessoal

 
Povo de Reserva foi generoso ao doar Itens de higiene pessoal Povo de Reserva foi generoso ao doar Itens de higiene pessoal | Crédito: PMJ

     Todos os anos, em agosto, celebrado na Igreja como o Mês Vocacional, muitas ações são pensadas para fortalecer as nossas responsabilidades como cristãos, em especial, por intermédio da oração pelas diferentes vocações. É em agosto (dia 4) que se festeja São João Maria Vianney, o patrono dos sacerdotes, e, no dia 10, São Lourenço, o padroeiro dos diáconos. Por si só essas duas datas já aproximam o Povo de Deus do ministério eclesiástico, fiéis que rezam por seus ministros ordenados, mas, também por aqueles que se preparam para assumir a missão sacerdotal.


     Na Diocese de Ponta Grossa, existem três casas diocesanas de formação: Seminário Maior de Teologia São João Maria Vianney, em Ponta Grossa; Seminário Propedêutico Mãe da Divina Graça, em Carambeí, e Seminário Menor Mãe de Deus, em Irati. E são quatro as fases de preparação: a de segundo grau (Menor), onde estão nove internos; Propedêutico, com dois; Discipulado, estágio atualmente de quatro seminaristas, e, Configuração, etapa em que se encontram seis jovens. Até 2017, funcionava ainda o Seminário São José (Filosofia), onde moravam os internos da fase do Discipulado. A casa acabou anexada pelo Seminário São João Maria Vianney e hoje dividem o mesmo endereço, na Vila Liane. 


     Nas celebrações do último domingo de agosto, são feitas tradicionalmente coletas em prol de toda a estrutura formativa das dioceses. “Em Ponta Grossa, essa contribuição geralmente ajuda a custear obras e serviços de reparos nos prédios que abrigam os seminários e, indiretamente, acabam beneficiando os vocacionados”, conta padre Jaime Rossa, reitor do Seminário São João Maria Vianney. O padre destaca, no entanto, a importância de iniciativas de algumas paróquias da Diocese, que arrecadam itens de higiene pessoal e limpeza e os repassam às casas de formação. “É algo espontâneo, e, em determinadas comunidades, já de há muito tempo, que ajudam muito os seminaristas, fazem a diferença para alguns. Um gesto muito nobre”, enfatiza.


      Este ano, a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de Irati, arrecadou na campanha 40 litros de produtos de limpeza, 56 litros de óleo e aproximadamente 450 quilos de alimentos, além de produtos de higiene pessoal. “As doações superaram as expectativas. O nosso povo é muito generoso. As doações foram destinadas aos seminários que estiveram conosco nas celebrações do Mês Vocacional”, cita o vigário paroquial, padre Rodrigo Ribas, referindo-se aos seminários Propedêutico Mãe da Divina Graça, da Congregação dos Presbíteros da Sociedade dos Servos da Eucaristia, São João Maria Vianney e Seminário Menor Mãe de Deus. A entrega ocorreu na segunda-feira (13).


     Na Paróquia Menino Jesus, de Reserva, a campanha reuniu mais de dois mil itens, entre materiais de higiene pessoal e de limpeza, panos de prato, toalhas de rosto e de banho, além de R$ 350 em dinheiro. “Usamos esse dinheiro que entrou para comprar sabão em pó, que tinha vindo pouco. Todo esse material será dividido e entregue em três seminário e quatro conventos, no dia 3 de outubro. Um dos conventos é o das Filhas de Caridade São Vicente de Paulo, em Curitiba, congregação das irmãs que atuam aqui na nossa paroquia”, explica o coordenador da Pastoral Vocacional, André Lavino. As entregas, segundo ele, começarão pelo Seminário Menor, em Irati, onde estudam dois vocacionados da paróquia. “Aproveitaremos para fazer uma visita e almoçar com eles”, acrescenta. 


     De acordo com o coordenador, este ano o resultado da campanha surpreendeu. “A cada ano a nossa campanha vem aumentando, graças a Deus e com a ajuda de nossos fiéis. Esse ano, tivemos ajuda também de várias capelas do interior além das capelas da nossa cidade e da matriz. O resultado é de todos os membros da Pastoral Vocacional e de nossos padres, que ajudaram a divulgar a campanha”, argumenta, contando que, este ano, foi usado mais a rede social para sensibilizar a comunidade e isso acabou ajudando muito.


     Para o reitor do Seminário Propedêutico Mãe da Divina Graça, padre Marcelo do Carmo, essa participação muito forte das comunidades de pessoas, de leigos, de benfeitores faz parte da história dos seminários. Auxílio, em algumas ocasiões, através de recursos financeiros, em outras situações, de materiais de higiene, auxílio em obras, quando se tratava de construção. “Nesse sentido, os nossos seminários acabam tendo um reforço muito bom, muito especial para essas coisas, que dizem respeito diretamente a estadia do seminarista. O trabalho das paróquias tem essa importância das coisas em si. Mas, essas campanhas ajudam no aspecto vocacional também porque as pessoas acabam sendo convidadas a ajudar, dessa maneira, com algum item de higiene pessoal, mas isso desperta o interessa pelas vocações, pela vida dos seminários. As pessoas demonstram a sua valorização, seu amor pelas vocações e a importância que dão para as vocações, através dessas atitudes. Para nós é um gesto que enche de alegria o coração e esperamos que, uma vez padres, todos retribuamos o carinho do povo com o nosso trabalho” 


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Dom Sergio lembra vida do Papa Santo   |   Praça de Ivaí ganhará também imagem de Cristo Rei   |   Paróquia festeja centenário com dedicação da igreja   |   Liga Católica retoma atividades   |  





Publicado em: 17/09/2021

Doações a seminários já são entregues

Paróquias arrecadaram itens de limpeza e uso pessoal

 

     Todos os anos, em agosto, celebrado na Igreja como o Mês Vocacional, muitas ações são pensadas para fortalecer as nossas responsabilidades como cristãos, em especial, por intermédio da oração pelas diferentes vocações. É em agosto (dia 4) que se festeja São João Maria Vianney, o patrono dos sacerdotes, e, no dia 10, São Lourenço, o padroeiro dos diáconos. Por si só essas duas datas já aproximam o Povo de Deus do ministério eclesiástico, fiéis que rezam por seus ministros ordenados, mas, também por aqueles que se preparam para assumir a missão sacerdotal.


     Na Diocese de Ponta Grossa, existem três casas diocesanas de formação: Seminário Maior de Teologia São João Maria Vianney, em Ponta Grossa; Seminário Propedêutico Mãe da Divina Graça, em Carambeí, e Seminário Menor Mãe de Deus, em Irati. E são quatro as fases de preparação: a de segundo grau (Menor), onde estão nove internos; Propedêutico, com dois; Discipulado, estágio atualmente de quatro seminaristas, e, Configuração, etapa em que se encontram seis jovens. Até 2017, funcionava ainda o Seminário São José (Filosofia), onde moravam os internos da fase do Discipulado. A casa acabou anexada pelo Seminário São João Maria Vianney e hoje dividem o mesmo endereço, na Vila Liane. 


     Nas celebrações do último domingo de agosto, são feitas tradicionalmente coletas em prol de toda a estrutura formativa das dioceses. “Em Ponta Grossa, essa contribuição geralmente ajuda a custear obras e serviços de reparos nos prédios que abrigam os seminários e, indiretamente, acabam beneficiando os vocacionados”, conta padre Jaime Rossa, reitor do Seminário São João Maria Vianney. O padre destaca, no entanto, a importância de iniciativas de algumas paróquias da Diocese, que arrecadam itens de higiene pessoal e limpeza e os repassam às casas de formação. “É algo espontâneo, e, em determinadas comunidades, já de há muito tempo, que ajudam muito os seminaristas, fazem a diferença para alguns. Um gesto muito nobre”, enfatiza.


      Este ano, a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de Irati, arrecadou na campanha 40 litros de produtos de limpeza, 56 litros de óleo e aproximadamente 450 quilos de alimentos, além de produtos de higiene pessoal. “As doações superaram as expectativas. O nosso povo é muito generoso. As doações foram destinadas aos seminários que estiveram conosco nas celebrações do Mês Vocacional”, cita o vigário paroquial, padre Rodrigo Ribas, referindo-se aos seminários Propedêutico Mãe da Divina Graça, da Congregação dos Presbíteros da Sociedade dos Servos da Eucaristia, São João Maria Vianney e Seminário Menor Mãe de Deus. A entrega ocorreu na segunda-feira (13).


     Na Paróquia Menino Jesus, de Reserva, a campanha reuniu mais de dois mil itens, entre materiais de higiene pessoal e de limpeza, panos de prato, toalhas de rosto e de banho, além de R$ 350 em dinheiro. “Usamos esse dinheiro que entrou para comprar sabão em pó, que tinha vindo pouco. Todo esse material será dividido e entregue em três seminário e quatro conventos, no dia 3 de outubro. Um dos conventos é o das Filhas de Caridade São Vicente de Paulo, em Curitiba, congregação das irmãs que atuam aqui na nossa paroquia”, explica o coordenador da Pastoral Vocacional, André Lavino. As entregas, segundo ele, começarão pelo Seminário Menor, em Irati, onde estudam dois vocacionados da paróquia. “Aproveitaremos para fazer uma visita e almoçar com eles”, acrescenta. 


     De acordo com o coordenador, este ano o resultado da campanha surpreendeu. “A cada ano a nossa campanha vem aumentando, graças a Deus e com a ajuda de nossos fiéis. Esse ano, tivemos ajuda também de várias capelas do interior além das capelas da nossa cidade e da matriz. O resultado é de todos os membros da Pastoral Vocacional e de nossos padres, que ajudaram a divulgar a campanha”, argumenta, contando que, este ano, foi usado mais a rede social para sensibilizar a comunidade e isso acabou ajudando muito.


     Para o reitor do Seminário Propedêutico Mãe da Divina Graça, padre Marcelo do Carmo, essa participação muito forte das comunidades de pessoas, de leigos, de benfeitores faz parte da história dos seminários. Auxílio, em algumas ocasiões, através de recursos financeiros, em outras situações, de materiais de higiene, auxílio em obras, quando se tratava de construção. “Nesse sentido, os nossos seminários acabam tendo um reforço muito bom, muito especial para essas coisas, que dizem respeito diretamente a estadia do seminarista. O trabalho das paróquias tem essa importância das coisas em si. Mas, essas campanhas ajudam no aspecto vocacional também porque as pessoas acabam sendo convidadas a ajudar, dessa maneira, com algum item de higiene pessoal, mas isso desperta o interessa pelas vocações, pela vida dos seminários. As pessoas demonstram a sua valorização, seu amor pelas vocações e a importância que dão para as vocações, através dessas atitudes. Para nós é um gesto que enche de alegria o coração e esperamos que, uma vez padres, todos retribuamos o carinho do povo com o nosso trabalho” 


 


Diocede Ponta Grossa
Povo de Reserva foi generoso ao doar Itens de higiene pessoal   |   PMJ

Diocede Ponta Grossa
As doações vieram muitas das capelas do interior do município   |   PMJ

Diocede Ponta Grossa
A quantidade de material doado surpreendeu em Reserva   |   PMJ

Diocede Ponta Grossa
As doações serão entregues aos seminaristas em outubro   |   PMJ


Navegue até a sua Paróquia