DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 25/03/2022

Grupo de Oração completa 28 anos

Em Tibagi, o Peregrinos terá hoje missa festiva

 
Em 2010, na igreja matriz que ainda não havia passado por reforma Em 2010, na igreja matriz que ainda não havia passado por reforma | Crédito: Grupo Peregrinos

     Uma celebração na noite de desta sexta-feira (25), às 19 horas, presidida pelo padre Luiz Mirkoski, pároco da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, em Tibagi, festeja os 28 anos do Grupo de Oração Peregrinos. Fundado em 1994, com apoio dos padres Moacir Gomes e Noé Borges Vieira, o grupo se reúne semanalmente às quintas-feiras, na igreja matriz, às 20 horas, e toda sexta-feira os servos saem em missão pelo interior. A coordenação calcula que mais de 100 pessoas, entre crianças, jovens e adultos, tenham passado pelo grupo nessas quase três décadas.


     Conforme o coordenador Jeferson Araújo da Silva, que é deficiente visual, os registros oficiais atestam que o grupo existe há pelos menos 28, no entanto, alguns integrantes acreditam que os encontros aconteçam há mais tempo. “O grupo faz jus ao nome escolhido, pois é missionário, peregrino. Desde a fundação, ele percorre no interior da cidade, levando a Palavra de Deus às pessoas. Essa história só foi possível graças a dedicação de cada servo e cada coordenador”, comenta Silva, citando que, atualmente, são 23 os servos ativos.


     Nas missões, às sextas-feiras, acontecem noites de louvor e adoração. Toda a primeira sexta, o grupo vai à comunidade de Agudos; na segunda sexta, a de Cachoeira; na terceira, ao Alto do Amparo, e, na quarta sexta-feira, à comunidade de São Bento. “Nos finais de semana, atendemos nas comunidades que solicitam. Na noite de hoje, padre Luiz fará a bênção da imagem da Mãe de Pentecostes, que acompanha o grupo nas missões”, conta a secretária do grupo e esposa de Jeferson, Sheila Silva. Após a missa, os integrantes se reúnem para uma confraternização,  no centro pastoral.  


     “Acredito que o grupo de oração é de grande importância. Nossa cidade é grande e, através do grupo, podemos vivenciar a experiência de rezar em comunidade, trazendo união e fortalecimento da fé. Muitas pessoas que tiveram essa experiência ainda testemunham as graças recebidas. Nesses 28 anos pudemos perceber o esforço e dedicação de cada um que passou, dando seu melhor, buscando formação para levar esse amor de Deus às pessoas, e caminhando em comunhão com a Igreja, sempre”, destaca o coordenador Jeferson Araújo Silva.


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Enviado 1º conselho missionário da Diocese   |   Dia de São Francisco terá bênção de animais   |   Paróquias refletem sobre a Igreja em Missão   |   Assembleia fortalece a evangelização   |  





Publicado em: 25/03/2022

Grupo de Oração completa 28 anos

Em Tibagi, o Peregrinos terá hoje missa festiva

 

     Uma celebração na noite de desta sexta-feira (25), às 19 horas, presidida pelo padre Luiz Mirkoski, pároco da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, em Tibagi, festeja os 28 anos do Grupo de Oração Peregrinos. Fundado em 1994, com apoio dos padres Moacir Gomes e Noé Borges Vieira, o grupo se reúne semanalmente às quintas-feiras, na igreja matriz, às 20 horas, e toda sexta-feira os servos saem em missão pelo interior. A coordenação calcula que mais de 100 pessoas, entre crianças, jovens e adultos, tenham passado pelo grupo nessas quase três décadas.


     Conforme o coordenador Jeferson Araújo da Silva, que é deficiente visual, os registros oficiais atestam que o grupo existe há pelos menos 28, no entanto, alguns integrantes acreditam que os encontros aconteçam há mais tempo. “O grupo faz jus ao nome escolhido, pois é missionário, peregrino. Desde a fundação, ele percorre no interior da cidade, levando a Palavra de Deus às pessoas. Essa história só foi possível graças a dedicação de cada servo e cada coordenador”, comenta Silva, citando que, atualmente, são 23 os servos ativos.


     Nas missões, às sextas-feiras, acontecem noites de louvor e adoração. Toda a primeira sexta, o grupo vai à comunidade de Agudos; na segunda sexta, a de Cachoeira; na terceira, ao Alto do Amparo, e, na quarta sexta-feira, à comunidade de São Bento. “Nos finais de semana, atendemos nas comunidades que solicitam. Na noite de hoje, padre Luiz fará a bênção da imagem da Mãe de Pentecostes, que acompanha o grupo nas missões”, conta a secretária do grupo e esposa de Jeferson, Sheila Silva. Após a missa, os integrantes se reúnem para uma confraternização,  no centro pastoral.  


     “Acredito que o grupo de oração é de grande importância. Nossa cidade é grande e, através do grupo, podemos vivenciar a experiência de rezar em comunidade, trazendo união e fortalecimento da fé. Muitas pessoas que tiveram essa experiência ainda testemunham as graças recebidas. Nesses 28 anos pudemos perceber o esforço e dedicação de cada um que passou, dando seu melhor, buscando formação para levar esse amor de Deus às pessoas, e caminhando em comunhão com a Igreja, sempre”, destaca o coordenador Jeferson Araújo Silva.


 


Diocede Ponta Grossa
Em 2010, na igreja matriz que ainda não havia passado por reforma   |   Grupo Peregrinos

Diocede Ponta Grossa
Cerco de Jerico na comunidade de Agudos, este ano   |   Grupo Peregrino

Diocede Ponta Grossa
Atualmente, são 23 servos ativos   |   Grupo Peregrinos


Navegue até a sua Paróquia