DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 29/03/2022

Legionários renovam consagração à Virgem Maria

Depois de três anos, Acies volta a ser festejada

 
Vieram representantes dos conselhos filiados ao Senatus Vieram representantes dos conselhos filiados ao Senatus | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

     “A Legião de Maria precisa de muita oração. Precisamos demonstrar que somos um exército em ordem de batalha e que vamos ter que vencer essa batalha pós-pandemia. Não podemos deixar que a Legião de Maria esfrie, que se perca a continuidade, porque muitos faleceram, outros estão adoentados, mas nós, que podemos, temos que estar firmes nesta batalha”. O pedido foi feito pela presidente do Senatus Assumpta de Ponta Grossa, Flora Demiate, no domingo (27), durante a Acies, a festa central da Legião de Maria, realizada na Catedral Sant’Ana. 


     A cerimônia reúne legionários ativos e auxiliares na renovação da consagração a Nossa Senhora. Em todo o mundo, a festa ocorre sempre em dias próximos à Anunciação do Senhor. “Em Ponta Grossa, se costuma fazer especificamente a festa Acies para aproveitar bem esse momento. Mas, pode ser (realizada) com uma missa também. Acies quer dizer, em latim, ‘exército em ordem de batalha’ e consta de uma consagração individual e uma consagração coletiva”, explicou Flora, detalhando os símbolos do estandarte da Legião de Maria, o Exsilum, onde, em acima, aparece o Espírito Santo, a medalha de Nossa Senhora das Graças e, aos seus pés, o globo terrestre. “Na verdade, a consagração é ao Espírito Santo. Nossa Senhora é a medianeira da consagração”, acrescentou.     


     A Legião de Maria está completando 100 anos no mundo. Na Diocese de Ponta Grossa, ela existe há aproximadamente 66 anos. Nasceu paralelamente em Curitiba e em Ponta Grossa. “O legionário só ganha como recompensa a graça, e, quanto mais fazemos com gratuidade, mais conseguimos o amor do Senhor.  São João Paulo viveu a consagração à Virgem Maria de forma tão intensa, que escolheu como lema do pontificado: ‘Todo Teu, todo da Virgem Maria’. É assim que todo legionário se sente, principalmente no dia da Acies. É uma renovação do compromisso com Jesus, Maria e a Legião. Essa festa marca o membro, com a consagração que fortalece a sua caminhada missionária”, destacou a vice-presidente da Legião, Enizita Maria.     


     O Senatus Assumpta de Ponta Grossa congrega o Paraná e Santa Catarina, reunindo atualmente 22 mil legionárias. Se somadas as auxiliares, o número chega a 60 mil. Na Diocese, a Legião de Maria existe em praticamente todas as paróquias. Quem quiser mais informações deve procurar a sua comunidade e também o Senatus pelo telefone (42)3027-5225 ou via email: senatusassumptapg@hotmail.com     


     Dos conselhos diretamente filiados ao Senatus, participaram da festa este ano o Comitium Imaculada, Comitium Mãe da Divina Graça, ambos de Ponta Grossa; Cúria Nossa Senhora Mãe do Redentor e Praedidium Mãe da Unidade, Mãe da Divina Graça, Nossa Senhora da Luz, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora da Piedade, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Nossa Senhora do Caminho e Secretaria da Juventude Legionária.     


 Indulgência     


     O diretor espiritual da Legião de Maria, padre Jaime Rossa, lembrou a indulgência plenária concedida pelo Papa Francisco aos legionários como uma graça especial oferecida pelo centenário. “É o Papa quem concede o perdão das penas devidas pelos pecados. É importante que se faça uma distinção entre pecado e pena, penitência. O perdão dos pecados se obtém pelo arrependimento e confissão somente. Cada pecado traz uma consequência e para compensá-la é preciso fazer penitência. Indulgência significa o perdão desse compromisso. O centenário da Legião de Maria foi motivo suficiente para que o Papa concedesse uma indulgência plenária para os seus membros”, ressaltou padre Jaime.     


     A indulgência se aplica dentro do contexto daquilo que a Legião faz: os encontros, as reuniões, os trabalhos legionários, afirmou padre Jaime, lembrando que os legionários a lucram pelo fato de estarem se colocando à disposição para servir. A indulgência plenária é válida até setembro deste ano, quando terminam as comemorações do centenário. “Fica o convite a quem quiser conhecer melhor o trabalho desse grupo, que realiza tanto bem a favor da evangelização. Assim, estaria colaborando com a missão de evangelização dentro da Igreja e estaria lucrando essa indulgência”, enfatizou o diretor espiritual.


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Enviado 1º conselho missionário da Diocese   |   Dia de São Francisco terá bênção de animais   |   Paróquias refletem sobre a Igreja em Missão   |   Assembleia fortalece a evangelização   |  





Publicado em: 29/03/2022

Legionários renovam consagração à Virgem Maria

Depois de três anos, Acies volta a ser festejada

 

     “A Legião de Maria precisa de muita oração. Precisamos demonstrar que somos um exército em ordem de batalha e que vamos ter que vencer essa batalha pós-pandemia. Não podemos deixar que a Legião de Maria esfrie, que se perca a continuidade, porque muitos faleceram, outros estão adoentados, mas nós, que podemos, temos que estar firmes nesta batalha”. O pedido foi feito pela presidente do Senatus Assumpta de Ponta Grossa, Flora Demiate, no domingo (27), durante a Acies, a festa central da Legião de Maria, realizada na Catedral Sant’Ana. 


     A cerimônia reúne legionários ativos e auxiliares na renovação da consagração a Nossa Senhora. Em todo o mundo, a festa ocorre sempre em dias próximos à Anunciação do Senhor. “Em Ponta Grossa, se costuma fazer especificamente a festa Acies para aproveitar bem esse momento. Mas, pode ser (realizada) com uma missa também. Acies quer dizer, em latim, ‘exército em ordem de batalha’ e consta de uma consagração individual e uma consagração coletiva”, explicou Flora, detalhando os símbolos do estandarte da Legião de Maria, o Exsilum, onde, em acima, aparece o Espírito Santo, a medalha de Nossa Senhora das Graças e, aos seus pés, o globo terrestre. “Na verdade, a consagração é ao Espírito Santo. Nossa Senhora é a medianeira da consagração”, acrescentou.     


     A Legião de Maria está completando 100 anos no mundo. Na Diocese de Ponta Grossa, ela existe há aproximadamente 66 anos. Nasceu paralelamente em Curitiba e em Ponta Grossa. “O legionário só ganha como recompensa a graça, e, quanto mais fazemos com gratuidade, mais conseguimos o amor do Senhor.  São João Paulo viveu a consagração à Virgem Maria de forma tão intensa, que escolheu como lema do pontificado: ‘Todo Teu, todo da Virgem Maria’. É assim que todo legionário se sente, principalmente no dia da Acies. É uma renovação do compromisso com Jesus, Maria e a Legião. Essa festa marca o membro, com a consagração que fortalece a sua caminhada missionária”, destacou a vice-presidente da Legião, Enizita Maria.     


     O Senatus Assumpta de Ponta Grossa congrega o Paraná e Santa Catarina, reunindo atualmente 22 mil legionárias. Se somadas as auxiliares, o número chega a 60 mil. Na Diocese, a Legião de Maria existe em praticamente todas as paróquias. Quem quiser mais informações deve procurar a sua comunidade e também o Senatus pelo telefone (42)3027-5225 ou via email: senatusassumptapg@hotmail.com     


     Dos conselhos diretamente filiados ao Senatus, participaram da festa este ano o Comitium Imaculada, Comitium Mãe da Divina Graça, ambos de Ponta Grossa; Cúria Nossa Senhora Mãe do Redentor e Praedidium Mãe da Unidade, Mãe da Divina Graça, Nossa Senhora da Luz, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora da Piedade, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Nossa Senhora do Caminho e Secretaria da Juventude Legionária.     


 Indulgência     


     O diretor espiritual da Legião de Maria, padre Jaime Rossa, lembrou a indulgência plenária concedida pelo Papa Francisco aos legionários como uma graça especial oferecida pelo centenário. “É o Papa quem concede o perdão das penas devidas pelos pecados. É importante que se faça uma distinção entre pecado e pena, penitência. O perdão dos pecados se obtém pelo arrependimento e confissão somente. Cada pecado traz uma consequência e para compensá-la é preciso fazer penitência. Indulgência significa o perdão desse compromisso. O centenário da Legião de Maria foi motivo suficiente para que o Papa concedesse uma indulgência plenária para os seus membros”, ressaltou padre Jaime.     


     A indulgência se aplica dentro do contexto daquilo que a Legião faz: os encontros, as reuniões, os trabalhos legionários, afirmou padre Jaime, lembrando que os legionários a lucram pelo fato de estarem se colocando à disposição para servir. A indulgência plenária é válida até setembro deste ano, quando terminam as comemorações do centenário. “Fica o convite a quem quiser conhecer melhor o trabalho desse grupo, que realiza tanto bem a favor da evangelização. Assim, estaria colaborando com a missão de evangelização dentro da Igreja e estaria lucrando essa indulgência”, enfatizou o diretor espiritual.


 


Diocede Ponta Grossa
Vieram representantes dos conselhos filiados ao Senatus   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O estandarte que simboliza a Legião de Maria   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Padre Jaime lembrou a indulgência plenária concedida aos legionários   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Entre ativos e auxiliares, são mais de 60 mil legionários na Diocese   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Padre Wagner Oliveira da Silva é o diretor da Secretaria da Juventude Legionária   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia