DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 20/06/2022

Semana quer ouvir migrantes

Programação tem roda de conversa e visitas

 
A celebração ecumênica ficou a cargo dos diáconos Gilson e Mário César Cequinel A celebração ecumênica ficou a cargo dos diáconos Gilson e Mário César Cequinel | Crédito: Caritas Diocesana

Uma celebração ecumênica abriu, ontem (19), às 17 horas, no Espaço Cultural Sant’Ana, a 37ª Semana do Migrante. Promovida pela Caritas Diocesana de Ponta Grossa, a Semana tem como tema ‘Migração e Saberes: escuta com sabedoria e ensina com a prática’, debatido em rodas de conversa, abordagem dos direitos e deveres dos migrantes,e, também visitas ao Parque Histórico de Carambeí e por pontos históricos do centro de Ponta Grossa, apenas para migrantes. Em 2021, a Caritas atendeu maisde 800 migrantes. Este ano, os atendimentos ultrapassaram os 400, somente até este mês.     


Na noite destasegunda-feira (20), às 19h30, na Biblioteca Municipal, a Roda de Conversa Saberes e Travessia: Histórias de Migrantes residentes em Ponta Grossa deve reunir migrantes do Haiti, Venezuela e Senegal. Amanhã (21), o bate papo acontecerá das 14 às 17 horas, também na Biblioteca, com outro grupo de migrantes, que contará sua história. As perguntas do público serão mediadas pelas professoras do curso de Jornalismo da UEPG, Karina Janz Woitowicz e Graziela Soares Bianchi. “A ideia é mostrar as histórias de migração, forçada ou não, para apopulação Os migrantes contarão sua história. Serão grupos diferentes hoje e amanhã”, comenta a assistente social da Caritas, Érica Francine Clarindo. Também haverá apresentação cultural nos dois dias.


Na quarta-feira (22), às 9 horas, está programada uma visita ao Parque Histórico de Carambeí, só para migrantes, mediante inscrição e a disponibilidade de vagas. A inscrição até dia 20 pelo link: https://forms.gle/PGkvC2HrVWQ8r1Y8A  Dia 23, a partir das 13h30, a visita será a pé e guiada por pontos históricos do centro de Ponta Grossa: Praça Marechal Floriano Peixoto, Museu, Centro de Cultura, Praça Barão do Rio Branco e Vila Hilda. Apenas para migrantes Inscrição até essa terça-feira (21), pelo link: https://forms.gle/9Yvi3hYDQcgck8Zq7   No dia 24, às 19h30, será realizada uma formação online da Pastoral do Migrante. A inscrição pode serfeita até dia 22, pelo link https://forms.gle/wgbFZTC15at4z1ASA  E no dia 26, às 14 horas, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, a Roda de Conversa será sobre os direitos e deveres dos migrantes     


Para o presidente da Caritas Diocesana, diácono Gilson Camilo da Silva, a ideia é colocar em prática o que o Papa Francisco vem pedindo, sobre a necessidade de acolher, promover, proteger e integrar o migrante. “A Caritas segue a orientação do Papa e da Pastoral do Migrante nacional, que nos pede para valorizar e escutar os seus clamores e lutas, e, abrir um espaço para que também possam mostrar sua cultura. É importante e nos enriquece, ao mesmo tempo que conhecem um pouco da nossa cultura, do nosso jeito, do lugar onde vão continuar a sua vida e firmar aqui a sua existência”, afirma Silva. Outra motivação é despertara Diocese quanto a necessidade de criação da Pastoral do Migrante. “Mesmo tendo quantidade significativa de migrantes, ainda não temos essa pastoral. Que a Diocese possa olhar nesse sentido. De não termos só a Caritas ajudando quanto à documentação, a regularização, ofertando cesta básica, mas termos uma pastoral que acompanhe mais de perto, viva a realidade desses migrantes”, ressalta o diácono.     


O Dia Nacional dos Migrantes e Refugiados é celebrado no dia 20 de junho.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Enviado 1º conselho missionário da Diocese   |   Dia de São Francisco terá bênção de animais   |   Paróquias refletem sobre a Igreja em Missão   |   Assembleia fortalece a evangelização   |  





Publicado em: 20/06/2022

Semana quer ouvir migrantes

Programação tem roda de conversa e visitas

 

Uma celebração ecumênica abriu, ontem (19), às 17 horas, no Espaço Cultural Sant’Ana, a 37ª Semana do Migrante. Promovida pela Caritas Diocesana de Ponta Grossa, a Semana tem como tema ‘Migração e Saberes: escuta com sabedoria e ensina com a prática’, debatido em rodas de conversa, abordagem dos direitos e deveres dos migrantes,e, também visitas ao Parque Histórico de Carambeí e por pontos históricos do centro de Ponta Grossa, apenas para migrantes. Em 2021, a Caritas atendeu maisde 800 migrantes. Este ano, os atendimentos ultrapassaram os 400, somente até este mês.     


Na noite destasegunda-feira (20), às 19h30, na Biblioteca Municipal, a Roda de Conversa Saberes e Travessia: Histórias de Migrantes residentes em Ponta Grossa deve reunir migrantes do Haiti, Venezuela e Senegal. Amanhã (21), o bate papo acontecerá das 14 às 17 horas, também na Biblioteca, com outro grupo de migrantes, que contará sua história. As perguntas do público serão mediadas pelas professoras do curso de Jornalismo da UEPG, Karina Janz Woitowicz e Graziela Soares Bianchi. “A ideia é mostrar as histórias de migração, forçada ou não, para apopulação Os migrantes contarão sua história. Serão grupos diferentes hoje e amanhã”, comenta a assistente social da Caritas, Érica Francine Clarindo. Também haverá apresentação cultural nos dois dias.


Na quarta-feira (22), às 9 horas, está programada uma visita ao Parque Histórico de Carambeí, só para migrantes, mediante inscrição e a disponibilidade de vagas. A inscrição até dia 20 pelo link: https://forms.gle/PGkvC2HrVWQ8r1Y8A  Dia 23, a partir das 13h30, a visita será a pé e guiada por pontos históricos do centro de Ponta Grossa: Praça Marechal Floriano Peixoto, Museu, Centro de Cultura, Praça Barão do Rio Branco e Vila Hilda. Apenas para migrantes Inscrição até essa terça-feira (21), pelo link: https://forms.gle/9Yvi3hYDQcgck8Zq7   No dia 24, às 19h30, será realizada uma formação online da Pastoral do Migrante. A inscrição pode serfeita até dia 22, pelo link https://forms.gle/wgbFZTC15at4z1ASA  E no dia 26, às 14 horas, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, a Roda de Conversa será sobre os direitos e deveres dos migrantes     


Para o presidente da Caritas Diocesana, diácono Gilson Camilo da Silva, a ideia é colocar em prática o que o Papa Francisco vem pedindo, sobre a necessidade de acolher, promover, proteger e integrar o migrante. “A Caritas segue a orientação do Papa e da Pastoral do Migrante nacional, que nos pede para valorizar e escutar os seus clamores e lutas, e, abrir um espaço para que também possam mostrar sua cultura. É importante e nos enriquece, ao mesmo tempo que conhecem um pouco da nossa cultura, do nosso jeito, do lugar onde vão continuar a sua vida e firmar aqui a sua existência”, afirma Silva. Outra motivação é despertara Diocese quanto a necessidade de criação da Pastoral do Migrante. “Mesmo tendo quantidade significativa de migrantes, ainda não temos essa pastoral. Que a Diocese possa olhar nesse sentido. De não termos só a Caritas ajudando quanto à documentação, a regularização, ofertando cesta básica, mas termos uma pastoral que acompanhe mais de perto, viva a realidade desses migrantes”, ressalta o diácono.     


O Dia Nacional dos Migrantes e Refugiados é celebrado no dia 20 de junho.


Diocede Ponta Grossa
A celebração ecumênica ficou a cargo dos diáconos Gilson e Mário César Cequinel   |   Caritas Diocesana

Diocede Ponta Grossa
Muito bonita, a celebração foi acompanhada por aproximadamente 50 migrantes venezuelanos, haitianos e por uma família de Bangladesh   |   Caritas Diocesana

Diocede Ponta Grossa
A Semana celebra a troca de saberes, a interação, o encontro de culturas   |   Caritas Diocesana

Diocede Ponta Grossa
Desafio é ver no migrante o Jesus peregrino   |   Caritas Diocesana


Navegue até a sua Paróquia