Liturgia Diária
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
25.Mai - 7ª Semana do Tempo Comum | Sábado
  • 1ª Leitura
  • Salmo
  • Evangelho
  • Primeira Leitura (Tg 5,13-20)


    Leitura da Carta de São Tiago


    Caríssimos, 13 se alguém dentre vós está sofrendo, recorra à oração. Se alguém está alegre, entoe hinos. 14 Se alguém dentre vós estiver doente, mande chamar os presbíteros da Igreja, para que orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. 15 A oração feita com fé salvará o doente e o Senhor o levantará. E se tiver cometido pecados, receberá o perdão. 16 Confessai, pois, uns aos outros, os vossos pecados e orai uns pelos outros para alcançar a saúde.

    A oração fervorosa do justo tem grande poder. 17 Assim Elias, que era um homem semelhante a nós, orou com insistência para que não chovesse, e não houve chuva na terra durante três anos e seis meses. 18 Em seguida tornou a orar, e o céu deu a chuva e a terra voltou a produzir o seu fruto.

    19 Meus irmãos, se alguém de vós se desviar da verdade e um outro o reconduzir, 20 saiba este que aquele que reconduz um pecador desencaminhado salvará da morte a alma dele e cobrirá uma multidão de pecados.


     



    - Palavra do Senhor.


    - Graças a Deus.

    Responsório Sl 140(141),1-2.3.8 (R. 2a)


    — Minha oração suba a vós como incenso!


    — Minha oração suba a vós como incenso!


     


    — Senhor, eu clamo por vós, socorrei-me; * quando eu grito, escutai minha voz! Minha oração suba a vós como incenso, *e minhas mãos, como oferta da tarde!


    — Ponde uma guarda em minha boca, Senhor, *e vigias às portas dos lábios! A vós, Senhor, se dirigem meus olhos, * em vós me abrigo: poupai minha vida!

    Evangelho (Mc 10,13-16)


    — Aleluia, Aleluia, Aleluia.


    — Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, pois revelaste os mistérios do teu Reino aos pequeninos, escondendo-os aos doutores! (cf.Mt 11,25)


    — PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.


    — Glória a vós, Senhor.


     


    Naquele tempo, 13 traziam crianças para que Jesus as tocasse. Mas os discípulos as repreendiam. 14 Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse: "Deixai vir a mim as crianças. Não as proibais, porque o Reino de Deus é dos que são como elas. 15 Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele". 16 Ele abraçava as crianças e as abençoava, impondo-lhes as mãos.


     


    — Palavra da Salvação.


    — Glória a vós, Senhor.

     

    Copyright © Diocese de Ponta Grossa 2024. Direitos reservados.
    Navegando você está de acordo com a nossa política de privacidade.

    Desenvolvido com amor Agência Arcanjo