MATRIZ
PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO
Pároco:

Padre Cristiano Marcos Rodrigues


Horários de Missa
  • Segunda-feira 12h
  • Quarta-feira 16h e às 19h30min
  • Quinta-feira 16h
  • Sexta-feira 16h
  • Sábado 18h
  • Domingo 8h30min e às 18h
Especial
  • Quinta-feira 19h30min Adoração

Endereço
Rua Pacífico Júlio da Conceição, sn
Castro - Jardim Colonial


Contato
42 3232-0846/ what: (42) 984092985
perpetuocastro5@homail.com
Facebook

Histórico

09/07/73 – Dom Geraldo M. Pellanda, Bispo Diocesano nomeia sua comissão executiva responsável pela construção de uma igreja na vila do Perpétuo Socorro, na cidade de Castro-PR. 

    Comissão: Pe. Nicolau, Dir. espiritual-Rubens B. Taques, presidente - Brahim Fadel, tesoureiro, Evaristo Capilé, secretário - F. Flores e Leopoldo Alves, conselho.

    30/09/73 – Lançamento da pedra Fundamental.

    24/03/75 – Convênio Paróquia de Santa´Ana x Prefeitura Municipal para construção de uma Capela Escola na vila Perpétuo Socorro. 

    06/09/75 – Primeira missa da Capela (ação de graças).

    17/09/75 – Primeira Novena em honra à N. Sra. do Perpetuo Socorro.

    20/11/75 – Primeiro Curso de Batismo.

    30/12/75 – 1º Festa Natalina da Capela com distribuição de presentes para as crianças.

    20/04/76 – Inauguração da escola anexa à igreja.

    30/09/75 – Aniversário. Introdução das imagens do Senhor Crucificado e N. Sra. do Perpetuo Socorro.

    07/07/78 – 1º Eucaristia e Crisma, Pe. José Pagnacco e D. Getulio T. Guimarães..

 

1ª Eucaristia - 1ª turma 07/78.

    10/04/84 – Termino do Convênio com a Prefeitura municipal e a Paróquia Sant´Ana, desde então, deixa de ser capela escola e sim igreja N. Sra, do Perpetuo Socorro.

    02/07/86 – Pe. Januário Béo aceite ser o diretor espiritual da comunidade Perpetuo Socorro.

    30/05/86 – Pe. Nicolau Baltasar (Pároco da Paróquia Sant´Ana) falece, sendo vítima de desastre automobilístico.

    25/01/94 -       Pe. Béo é transferido para São Paulo deixando assim a direção espiritual da comunidade Perpetuo Socorro.

    01/03/94 – Falecimento do Pe. José Pagnacco, a partir da saída do Pe. Béo, a comunidade Perpétuo Socorro teve ajuda dos padres Cavanis, sendo um deles o Pe. Antonio. Pe. Béo havia iniciado seus trabalhos em junho de 1986 e permaneceu até 1994, quando assumiram (inicio de 1995) os padres Cavanis que permaneceram ate o ano de 2000.

     No inicio do ano de 2001 os padres Diocesanos retomam o cuidado da comunidade com o Padre José Sioffi, então Pároco. No ano de 1999 a comunidade teve a alegria de ver um filho seu José Sidnei do Prado, consagrar-se a Deus como sacerdote na Congregação Cavanis. Depois do Pe. José Sioffi, os Padres Diocesanos continuaram o atendimento a comunidade. São eles: Pe. Noé, Pe. Nelson Bueno, Pe. Valdeslei, Pe. Agostinho, Pe. Jaime Rossa, Pe. Alceu Maders, Pe. Moacir, Pe. Abraão, Pe. Sérgio e Pe. Wellington.

    Com o crescimento populacional, material e de participação da comunidade, já em 1998 havia um anseio de se tornar Paróquia, sendo inclusive levado pelo Conselho da comunidade, um pedido a Dom João Aviz, atual Bispo Diocesano, tiveram como resposta que só poderia ser possível futuramente. Em fevereiro de 2005 Pe. Abraão Becher assumiu a Paróquia Sant’Ana como Pároco e Pe. Sérgio veio para ser mais um auxiliar, já que Pe. Wellington já estava. Passados alguns meses sendo 3 padres na Paróquia, o atendimento a Capela Perpétuo Socorro se tornou mais intenso e a Pastoral foi acompanhada mais de perto, especialmente por Pe. Wellington, que ficou designado para tal trabalho, em meados do mês de Abril.

    Junto com os Padres do setor 5, foi aventada a possibilidade da criação de mais uma Paróquia no setor, sendo então feito uma sondagem na comunidade Perpétuo Socorro junto ao conselho de Pastoral que logo foi a favor e acolheu com interesse.

    No dia 11 de Maio de 2005, foi levada a proposta a Dom Sérgio e ao conselho Presbiteral que deu o aval, a principio como preparação.

    A nova Paróquia seria o resultado do desmembramento de algumas comunidades da Paróquia Sant’Ana e Imaculada Conceição de Carimbei, que tem como Pároco Pe. José Lauro que teve importante participação no processo de criação da Paróquia.

    Tendo o aval do Bispo, Pe. Wellington começou a atender a comunidade como quase Paróquia e acompanhando a construção da casa paroquial, a compra do carro e demais iniciativas para a preparação.

    No dia 18 de Agosto em mais uma reunião do Conselho Presbiteral foi aprovada a criação da nova Paróquia e marcada sua Ereção, bem como a consagração do altar e a posse do 1º Pároco Pe. Wellington para o dia 06 de Setembro de 2005 as 19h30.

    Chegado o dia 06 de Setembro, desde as primeiras horas da noite foram chegando grande numero de fiéis, representantes dos conselhos de cada comunidade pertencente à nova Paróquia. A celebração contou ainda com a presença de Seminaristas, Religiosos e Religiosos bem como a dos seguintes sacerdotes: Pe. Abraão Becher, José Lauro, Sandro Maciel, Evandro, Valdenicio, James, Valdecir Pavam, Mário Spaki, Márcio Milek, Leonel Stanski, Mansueto, Marcelo Carmo, Gilberto, Frei Alderico, Estanislau, Jaime Rossa, Wellington, que tomaria posse, Dom Sérgio e Diácono Rubens.

    Dentro da celebração Eucarística foi lido os decretos da criação da Paróquia, a provisão de Pároco, assim como a Consagração do altar e a entrega dos livros paroquiais , a chave da Igreja e do Sacrário, e os instrumentos para a celebração dos Sacramentos do Batismo e Penitência. Após a celebração o Conselho de Pastoral recepcionou o Senhor Bispo, sacerdotes e convidados com um coquetel no Salão Paroquial.


Comunidade / Padroeiro (a) Localidade 

01 Matriz: N. Sra. do Perpetuo Socorro - Castro

02 Imaculada Conceição - Campina das Pedras 

03 Santa Terezinha do Menino Jesus - Terra Nova 

04 Santo Antônio - Marmeleiro 

05 Nossa Sra. do Carmo - Lago 

06 - São Sebastião - Maracanã 

07 Senhor Bom Jesus - Tronco 

08 São João da Cruz - Campina do Elias 

09 Santa Rita Santa Rita - Vila Esperança

10 São Pedro e São Paulo - Garibaldi 

11 Nossa Senhora Aparecida Samambaia 

12 São Sebastião - Passo dos Bois

13 Divino Espírito Santo - Conceição 

14 Imaculada Conceição -Butiá 

15 Mãe da Divina Graça - Jardim Pandorf 

16 São Francisco e Nossa Senhora de Fátima - Alvorada 

17 São José - São José


Pastorais  e Movimentos

Assuntos Econômicos, Catequese, Ministros da Comunhão e da Palavra, Coroinhas e Acólitos, Dizimo, Batismo, Canto, Vocacional, Adolescentes, Jovens, Criança, Pequenos Grupos, Legião de Maria, Apostolado da Oração, Capelinhas, RCC, Vicentinos, Acolhida, Pastoral da Pessoa Idosa, Meninas de Maria e Encontro de Casais com Cristo.

 

Batismo

4º Sábado 19h curso de preparação para o Batismo

3º Sábado 15h Celebração do Batismo


Comemorações importantes

27 de Junho – Festa da Padroeira N. Sra. do Perp.Socorro.

06 de Setembro ­ aniversário de criação da Paróquia.

Celebração Eucarística

Acontece as Celebrações na Matriz e Comunidades durante a Semana e no final de Semana.

1ª sexta-feira Confissões a partir das 18h e Missa as 19:30 hs.


Párocos

1º. Pároco:  Pe. Wellington M. de Almeida  - 2005 até 2006

2º. Pároco:  Pe. Osvaldo Pinheiro  - 2007 até 2009

3º. Pároco:  Pe. Loir Antonio Oliveira  - 2010 até 2011 

4º. Pároco:  Pe. Luiz Carlos Mirkoski - 2011 até 2016

5º. Pároco:  Pe. Albino Dzidzio - 2016 até 2018

6º. Pároco:  Pe. Cristiano Marcos Rodrigues - 2018 até os dias de hoje


     ∗ Participe da Novenas de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro toda Quarta-feira.                          


  

O Padroeiro
O Padroeiro
NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO
No dia, 27 de Junho, celebra-se uma das festas mais antigas e belas de Nossa Senhora, a festa de “Nossa Senhora Mãe do Perpétuo Socorro”. Jesus é o Perpétuo Socorro. E esta festa é celebrada no mesmo dia do grande São Cirilo de Alexandria (330-442), bispo e doutor da Igreja, que presidiu o importantíssimo Concílio de Éfeso que no ano 431 proclamou solenemente Nossa Senhora como “Mãe de Deus (Theotókos)”, diante da heresia de Nestório, patriarca de Constantinopla, que negava esta verdade.

A devoção à Nossa Senhora Mãe do Perpétuo Socorro é uma devoção universal, conhecida e venerada em todos os continentes do mundo. No mundo todo são realizadas as famosas Novenas Perpétuas em honra de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Esta novena começou em 11 de Julho de 1922 nos EUA.

O famoso e conhecido quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi pintado em estilo bizantino e representa Nossa Senhora, Mãe de Deus, a Senhora das Dores, que socorre seu Filho ainda Menino assustado diante da visão do Arcanjo São Miguel com o vaso de vinagre à esquerda e São Gabriel com a Cruz à direita. A Criança divina assustada diante desses instrumentos de sua Paixão se refugia nos braços de sua Mãe, agarra em suas mãos e deixa cair a sandália do pé direito. A Mãe a acolhe e a prepara para um dia viver a Paixão redentora da humanidade.

O quadro tem origem desconhecida; segundo uma antiga tradição teria sido pintado por São Lucas, o que não é garantido. Mas com certeza se sabe que desde 1499 é venerado em Roma. Em 1866, o Papa Pio IX o entregou aos Padres Redentoristas para que divulgassem essa devoção. Ela é a patrona dos Redentoristas. Atualmente o quadro original de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se encontra na Igreja de Santo Afonso de Ligório em Roma.

Maria é a Senhora que nos apresenta Jesus, o Perpétuo Socorro da humanidade. Cada cristão precisa abraçá-la como Mãe. Aos pés da Cruz, Jesus a entregou como Mãe ao discípulo amado São João, que representa toda a humanidade e todos os discípulos, toda a Igreja. “Mãe, eis ai o teu filho; filho eia a tua Mãe”, e diz o Evangelho que a partir daquele dia São João, o discípulo amado “levou-a para a sua casa” (João 19, 25ss).

Cada um de nós precisa também “levar Maria para a sua casa” como Mãe, como Jesus mandou. Se Jesus Cristo entregou sua Mãe aos pés da Cruz, com lábios de sangue, é porque nós precisamos dela para nos ajudar e socorrer na difícil caminhada da vida em busca de nossa salvação. Nas emergências da vida sempre recorremos pedindo ajuda para quem mais nos ama, e normalmente em nossa lista, estão nossas mães que em muitos momentos nos socorreram. Nesta lista não poderá faltar Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, pois ela é a dádiva que Ele nos deixou antes de morrer por nós.

∗ Participe da Novenas de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro toda Quarta-feira.
 
Dúvidas, críticas ou sugestões?
Nome
 
E-mail
Telefone
 
Mensagem
 
 

Copyright © Diocese de Ponta Grossa 2024. Direitos reservados.
Navegando você está de acordo com a nossa política de privacidade.

Desenvolvido com amor Agência Arcanjo