MATRIZ
PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO - SANTUÁRIO DIOCESANO DE NOSSA SENHORA APARECIDA
Pároco:

Padre Roberval Mulhstedt


Horários de Missa
  • Quarta-feira 16h
  • Quinta-feira 7h
  • Sábado 19h
  • Domingo 7h, 10h,19h,

Endereço
Generoso Martins de Araújo 1750
Ponta Grossa - Nova Rússia


Contato
(42) 3227-1013
saosebastiaopg@brturbo.com.br
Facebook
Instagram

Histórico

Situada no bairro da Nova Rússia, foi inicialmente capela da Fazenda Bom Sucesso, de propriedade do Sr. Miguel da Rocha Carvalhaes. O local da Capela, segundo se presume, teria sido escolhido para sede da nova povoação, e era conhecida na época como “Invernada da Boa Vista”. Em 1935 a Capela de São Sebastião passou a pertencer à Paróquia de São José. Em 1950 a Capela foi reconstruída e ampliada, e aos 19 de fevereiro de 1962, por Decreto do Bispado, foi elevada à categoria de Matriz. Pe. Carlos Zelesny foi um grande articulador e organizador da Igreja Matriz e da Paróquia de São Sebastião; também da Escola São Sebastião, hoje CIESC das Irmãs Apostolas do Sagrado Coração de Jesus.

    A 1ª igreja foi construída pelo casal Generoso Martins de Araújo e Madalena em honra a São Sebastião e se ruiu no início do século, contudo foram preservados o altar e as sepulturas do casal e do sacerdote, até a transferência de seus restos mortais para o Cemitério São José. A partir de então, até os anos de 1918 até 1920, a chácara Madalena, assim chamada em homenagem á ilustre senhora, ficou sem igreja.

    Por volta de 1920, os descendentes da família Martins, já aparentada com as famílias Almeida e Ribas, por vínculos matrimoniais, construíram uma capela de madeira considerada a 2ª igreja.

    Nos anos de 1924 e 1925, foi iniciada a edificação da Igreja de alvenaria em volta da segunda, está foi a 3ª igreja. As obras foram concluídas entre os anos de 1926 e 1928. Esta igreja permaneceu até 1949 quando foi reformada e aumentada até o ano de 1952. E a igreja assim ficou até o ano de 1961 quando passou definitivamente para a Mitra diocesana.

    Em 1961, por decreto de Dom Antônio Mazarotto, foi criada a Paróquia São Sebastião, com vigário fixo no local na pessoa do Pe. Carlos Zelesny. Iniciava-se assim, uma nova etapa da Igreja de São Sebastião que, de capela da Paróquia São José, tornou-se Paróquia São Sebastião.

    Com decisão e muita coragem, por parte do Pe. Carlos, foi assinado no dia 27/11/1973 o contrato para a edificação da Matriz de São Sebastião (Igreja atual). nesse trabalho árduo e cansativo, que prolongou por mais de uma década, o Pe. Carlos contou com o auxílio dos paroquianos em geral.

    Com o desenvolvimento pastoral, social e espiritual da Comunidade, foi construído o Centro de Pastoral da Comunidade.

    A Paróquia São Sebastião também tornou-se um Santuário da Devoção à Nossa Senhora Aparecida com Missa e Novena toda Quinta-feira.

 

NOSSA SENHORA APARECIDA

PROCISSÃO DIA 12 DE OUTUBRO


Breve Histórico 


    14hs saindo do Hospital Bom Jesus até Paróquia São Sebastião e Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida - Nova Russia - Ponta Grossa.

    A novena e procissão de Nossa Senhora Aparecida neste ano de 2010 comemora 26 anos. Começou em 1985. Iniciou com a irmã Leoni Tecla Dobrovolski – Servas de Maria Imaculada – Irmãs do Rito Ucraíno Católico – Hospital Bom Jesus e um grupo pequeno de pessoas. A cada ano os devotos foram aumentando.

    As novenas são na capela do hospital Bom Jesus, com a participação das paróquias, comunidade em geral e devotos de Nossa Senhora Aparecida. As pessoas buscam a saúde para a alma e corpo, emprego, paz, harmonia nas famílias, conversão, benção e agradecer pelas graças recebidas.

    A procissão sai do Hospital Bom Jesus às 14:00h  e vai até o Santuário de Nossa Senhora Aparecida/Igreja São Sebastião, com a missa precedida pelo Bispo Diocesano. Espera-se aproximadamente 5 a 10 mil pessoas.

    Durante a procissão será reza-se o terço e cânticos em homenagem a Nossa Senhora.   

    O que é ter Nossa Senhora Aparecida como Padroeira do Brasil?

    Maria é a mãe que protege, ama e ampara. É gratificante saber que temos uma Mãezinha no céu a interceder por nós diante de Deus. Ela apareceu na vida do povo brasileiro na cor da negritude, na cor dos oprimidos, excluídos e marginalizados, pela tragédia da escravidão afro-americana. Ela se apresenta como Mãe, que ama todos os filhos e acolhe a todos, e para nos dizer que em nosso meio não deve haver preconceito, discriminação, violação dos direitos humanos e todo tipo de racismo. Para dizer como uma mãe santa que devemos seguir o caminho de Jesus Cristo, de Deus e do bem. Amar o próximo e praticar a justiça. (Pe. Ademir). 

    Em 21 de Agosto de 2005 devido ao crescimento da devoção à Nossa Senhora Aparecida na região de Nova Rússia e Ponta Grossa, a pedido da Comunidade de São Sebastião, a Paróquia foi elevada a Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Conceição Aparecida através de decreto diocesano do Bispo Diocesano Dom Sergio Arthur Braschi. Diocese de Ponta Grossa. 

  

PASTORAIS E MOVIMENTOS.

Pastoral da Catequese.

Pastoral da Criança.

Pastoral da Pessoa Idosa.

Pastoral da Liturgia.

Pastoral dos Coroinhas.

Pastoral da Família.

Pastoral do Dizimo.

Pastoral das Zeladoras de Capelinhas.

Pastoral da Comunicação.

Pastoral dos Leitores.

Pastoral do Canto Pastoral.

Pastoral Social.

Mutirão de Superação da Fome e da Miséria.

Pequenos Grupos.

Pastoral do Canto Pastoral.

Legião de Maria.

Apostolado da Oração.

Liga Católica.

Neo-catecumenato.

Pastoral dos Ministros.

Infância Missionária.

Vicentinos.

Pastoral Vocacional.

Patrimônio e Festas.

Conselhos de Pastoral.

PasCom


Diáconos Permanentes

Ademar de Oliveira e Carlito da Silva Kozan.

 

Comunidade / Padroeiro (a) Localidade 

01 Matriz: São Sebastião - Nova Rússia

02 Rainha da Paz - Parque Dom Pedro II

03 São Leopoldo - Vila Cristina

04 Santa Cruz - Vila Santo Antônio

 - Casa Deus Pai (na antiga Mãe do Redentor*) Vila Ilgemberg


Novenas

Toda Quarta-feira: Novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Toda Quinta-feira : Novenas de Nossa Senhora de Aparecida.

 

Datas Importantes

Festa de São Sebastião.

Procissão e Festa de N. Sra. Aparecida.

 

Encontro de Preparação para o Batismo

1º. sábado do mês das 13:30hs às 17:30hs.

 

Batismo

2º domingo do mês às 10:00 hs.


Párocos

1º. Pároco:  Pe. Carlos Zelesny  - 1961 até 1985

2º. Pároco:  Pe. Silvio Mocelin  - 1985 até 1990

3º. Pároco:  Pe. Mansueto Pontarolo  - 1991 até 1993

4º. Pároco:  Pe. Jaime Rossa  - 1994 até 1995

5º. Pároco:  Pe. José Lauro Gonçalves Gomes  - 1996 até 1997

6º. Pároco:  Pe. Mário Dwulatka  - 1998 até 2002

7º. Pároco:  Pe. Márcio Milek Marques  - 2003 até 2005

8º. Pároco:  Pe. José Aparecido Sioffi  - 2006 até 2006

9º. Pároco:  Pe. Sandro Maciel Cândido Ferreira  - 2007 até 2021

10º-Pároco: Pe. Nelson Bueno da Silva - 2022 até 2023 

11º- Pároco: Pe Roberval Mulhstedt - 2024


Oração de São Sebastião

Deus, nosso Pai, que encontrastes em São Sebastião, um fiel seguidor do Vosso Evangelho, enfrentando as maiores adversidades nas perseguições aos Vossos fiéis, fazei que seu exemplo de coragem, constância e fortaleza de espírito, anime os cristãos a enfrentarem com coragem as injustiças deste mundo, testemunhando sempre a Vós, como rei dos corações e da vida.

Concedei a toda vossa Igreja, a paz e tranqüilidade para anunciar Vossa Palavra entre todos os povos e nações, segundo o vosso desejo e que, após a caminhada desta vida, entre sofrimentos e alegrias, encontremos eternamente a paz na Pátria celestial. 

Amém.

São Sebastião! Rogai por nós!

O Padroeiro
O Padroeiro
SÃO SEBASTIÃO MÁRTIR

São Sebastião foi um mártir dos primeiros séculos da igreja cristã, por professar e não renegar sua fé em Cristo.
São Sebastião nasceu em Narbona, na França, no ano de 256 da Era Cristã. Ainda jovem, mudou-se com a família para Milão, na Itália, cidade de sua mãe. Alistou-se no exército de Roma e tornou-se o soldado predileto do imperador Diocleciano. Conquistou o posto de comandante da Guarda Pretoriana.
Secretamente, Sebastião converter-se ao cristianismo e valendo-se do alto posto militar, fazia visitas frequentes aos cristãos presos que aguardavam para serem levados para o Coliseu, onde seriam devorados pelos leões, ou mortos em lutas com os gladiadores. Com palavras de ânimo e consolo, fazia os prisioneiros acreditarem que seriam salvos da vida após a morte, segundo os princípios do cristianismo.
Prisão e Martírio de São Sebastião
A fama de benfeitor dos cristãos se espalhou e Sebastião foi denunciado ao imperador. Este, que perseguia os cristãos do seu exército, tentou fazer com que Sebastião renunciasse ao cristianismo, mas diante do imperador, Sebastião não negou a sua fé e foi condenado à morte.
Seu corpo foi amarrado a uma árvore e alvejado por flechas atiradas por seus antigos companheiros, que o deixaram aparentemente morto. Resgatado por algumas mulheres lideradas pela cristã chamada Irene, ele foi levado sob seus cuidados e conseguiu se restabelecer.
Depois de recuperado, São Sebastião continuou evangelizado e indiferente aos pedidos dos cristãos para não se expor, apresentou-se ao imperador insistindo para que acabasse com as perseguições e mortes aos cristãos. Ignorando os pedidos, desta vez, Diocleciano ordenou que o açoitassem até a morte e depois seu corpo fosse jogado no esgoto público de Roma, para que não fosse venerado como mártir pelos cristãos. Era o ano 287 da Era Cristã.
Culto a São Sebastião
Mais uma vez, seu corpo foi recolhido por uma mulher chamada Luciana, a quem pediu em sonho que o sepultasse próximo das catacumbas dos apóstolos. No século IV, o imperador Constantino, que se converteu ao cristianismo, mandou construir, em sua homenagem, a Basílica de São Sebastião, perto do local do sepultamento, junto à Via Appia, para abrigar o corpo de São Sebastião. Seu culto iniciou-se nesse período,
Conta-se que nessa época, Roma estava sendo assolada por uma terrível peste e que a partir do translado das relíquias de São Sebastião a epidemia desapareceu. A partir desta época, São Sebastião passou a ser venerado como santo padroeiro contra a peste, a fome e a guerra.
Durante a Idade Média, a igreja a ele dedicada tornou-se centro de peregrinação e até hoje recebe os devotos e peregrinos de todas as partes do mundo. Sua festa é celebrada no dia 20 de janeiro.
Um dos temas preferidos dos pintores do Renascimento, o martírio de São Sebastião foi retratado por vários artistas, entre eles, Bernini, Perugino, Mantegna e Botticelli. Em geral, o corpo é mostrado atravessado por flechas. Dilva Frazão , Biblioteconomista e professora
 
 
Dúvidas, críticas ou sugestões?
Nome
 
E-mail
Telefone
 
Mensagem
 
 

Copyright © Diocese de Ponta Grossa 2024. Direitos reservados.
Navegando você está de acordo com a nossa política de privacidade.

Desenvolvido com amor Agência Arcanjo